Condicionais com UNLESS, WISH e outros

Hi there!
O post de hoje é para complementar um recente que fizemos sobre More conditionals, como ele ficou imenso decidimos quebrar o conteúdo em dois… Lembrando que, se você ainda não sabe o que são os condicionais, primeiro clica aqui

Unless

Unless” significa o mesmo que “if not” ou “except if”, e pode ser empregado nas orações condicionais de todos os tipos, seguindo a mesma estrutura gramatical. Veja os exemplos: 

  • I’ll make dinner unless somebody else wants to.”  [“Vou fazer o jantar, a menos que alguém queira fazer.”]
    I’ll make dinner if nobody else wants to.”  [“Vou fazer o jantar se ninguém mais quiser fazer.”]
  • We could eat at Siam Smile unless they’re closed on a Monday.”  [“Nós poderíamos comer no Siam Smile, a não ser que eles fechem na segunda.”]
    We could eat at Siam Smile if they’re not closed on a Monday.”  [“Poderíamos comer no Siam Smile se não fecharem na segunda.”]
  • They won’t come unless you invite them.”  [“Eles não virão a menos que você os convide.”]
    They won’t come if you don’t invite them.”  [“Eles não virão se você não os convidar.”]

Lembre-se que não podemos ter UNLESS e IF juntos. E também a frase em que UNLESS está deve ser sempre afirmativa, já que ele representa por si só uma ideia negativa – e em inglês, só negamos uma vez…

Podemos ainda, na linguagem falada (coloquial), iniciar uma frase com UNLESS a fim de introduzir um novo pensamento ou nova informação – seria o “só se”, usado informalmente:

  • He didn’t even know about the crash. … Unless he’d heard about it on the radio.”  [“Ele nem sequer sabia do acidente. … Só se ele tiver ouvido no rádio.”]
  • A:Oh look, Neil next door’s got a new car.”  [“Olha, o vizinho do Neil tá de carro novo.”]
    B:Unless they’ve got a visitor.”  [“Só se eles estão com visita.”]

Podemos usar o UNLESS com todos os tipos de condicionais:

  • TYPE 1 ⇒  “You’ll be sick unless you stop eating.”  [“Você ficará doente a menos que pare de comer.”]
                        “Youll be sick if you don’t stop eating.”  [“Você ficará doente se não parar de comer.”]
  • TYPE 2 ⇒  She would be here by now unless she was stuck in traffic.”  [“Ela estaria aqui agora, a menos que estiveja presa no trânsito.”]
                        “She would be here by now if she wasn’t stuck in traffic.”  [“Ela estaria aqui agora se não estivesse presa no trânsito.”]
  • TYPE 3 ⇒  I wouldn’t have phoned him unless you’d suggested it.”  [“Eu não teria telefonado para ele, a menos que você sugerisse.”]
                        “I wouldn’t have phoned him if you hadn’t suggested it.”  [“Eu não teria telefonado para ele se você não tivesse sugerido.”]


ATTENTION!
  Não é possível substituir IF NOT por UNLESS quando falamos de situações em que temos certeza do resultado. Veja a diferença: 

  1. You won’t be able to get a ticket for the match unless you’re prepared to pay a lot of money for it.”  [“Você não poderá comprar um ingresso para o jogo a menos que esteja preparado para pagar um bom dinheiro nele.”]
  2. I don’t know what we would have done if I hadn’t met you.”  [“Não sei o que teríamos feito se eu não tivesse te conhecido.”]

No primeiro exemplo, quem fala não tem certeza se o outro está preparado para pagar muito em um bilhete. Assim, poderá também dizer: “You won’t be able to get a ticket for the match unless you’re prepared to pay a lot of money for it.” [“Você não poderá comprar um ingresso para o jogo se não estiver preparado para pagar um bom dinheiro nele.”]
No segundo caso, o contexto indica que são um casal, ou seja, eles de fato se conheceram. Assim, não podemos usar com o UNLESS: “I don’t know what we would have done unless I had met you”. Fica estranho até mesmo em português: “Não sei o que teríamos feito a menos que eu tivesse te conhecido”.

Wish / If only

Ambos são usados ​​para falar sobre arrependimentos – coisas que gostaríamos de mudar sobre o passado ou o presente, o que lhes confere uma ideia IRREAL, imaginária.

Algo curioso acontece quanto à sua estrutura: conforme o tempo real da fala, precisamos “dar um passo atrás” em relação ao verbo. Ou seja, se estamos pensando em uma situação no Present Simple, o verbo com WISH ou IF ONLY deve ir para o Simple Past. Já se o caso real é sobre algo no passado, o tempo verbal será o Past Perfect. E como é algo que queremos mudar, a frase imaginária é o oposto da realidade (negative X afirmative). Observe:

  • If only Jane didn’t have so much homework, she could go to the concert tonight.”  [“Se a Jane não tivesse tanta tarefa de casa, ela poderia ir ao show hoje à noite.”]
    Situação real ⇒Jane has a lot of homework.”  [“Jane tem muita tarefa de casa.”]
  • I wish I knew what to do.”  [“Eu queria saber o que fazer.”]
    Situação real ⇒I don’t know what to do.”  [“Eu não sei o que fazer.”]
  • He wishes he hadn’t eaten all that chocolate. He feels sick now.”  [Ele gostaria de não ter comido todo esse chocolate. Está enjoado agora.]
    Situação real ⇒He ate all that chocolate.”  [“Ele comeu todo aquele chocolate.”]
  • If only I’d known you were coming.”  [“Se eu soubesse que você estava vindo.”]
    Situação real ⇒I didn’t know you were coming.”  

No caso específico do WISH, é possível usar também o verbo no presente, mas com conotação negativa, geralmente quando queremos mudar algo que achamos ruim ou irritante. Mas somente em situações que não podemos mudar! E nesses casos, o verbo precisa vir depois de WOULD.

  • I wish you wouldn’t borrow my clothes without asking. I hate it!”   [“Eu gostaria que você não pegasse emprestado minhas roupas sem perguntar. Eu odeio!”]
  • I wish it would rain. The garden really needs some water.”  [“Queria que chovesse. O jardim realmente precisa de água.”]
  • I wish you’d give up smoking. It’s really bad for you.”  [“Gostaria que você deixasse de fumar. É muito ruim para você.”]

Suppose / Supposing

Como a palavra sugere, quando usamos SUPPOSE estamos dando sugestões sobre o que pode vir a acontecer, analisando possibilidades futuras. Serve para adivinhar ou mesmo aprender com o que ocorrerá em situações imaginárias. Pode-se omitir ou não o THAT. Veja os exemplos:

  • Suppose you failed the test, what would you do then?”  [“Suponha que você falhou no teste, o que faria então?”]
  • Supposing that we miss the train – what will we do then?”  [“Supondo que perdemos o trem – o que faremos então?”]
  • Suppose that hadn’t bought that car, what else would you have done with your money?”  [“Suponha que não tivesse comprado aquele carro, o que mais você faria com seu dinheiro? ”]
  • We’d love to come and see you on Saturday, supposing I don’t have to work that day.”  [“Gostaríamos muito de ir vê-lo no sábado, supondo que eu não precise trabalhar nesse dia.”]

ATTENTION! Quando o verbo está no Simple Present, pode-se entender como uma sugestão. Por exemplo: “Suppose we hire Sam as a new assistant. Do you think he’d do it?”  [“Suponha que nós contratemos Sam como novo assistente. Você acha que ele faria isso?”]

What if

Essa expressão é usada para se levantar uma hipótese ou pensar sobre o resultado de uma possibilidade no futuro ou de situação imaginária (bem semelhante ao tópico anterior). Ao usá-la, é como se omitíssemos o verbo “happen” (“acontecer”). Em nossa língua, é o nosso “E se…?”. Perceba que podemos usar WHAT IF com os três tipos de condicionais. Veja os exemplos:

  • TYPE 1 ⇒ What if I tell you the truth?”  [“E se eu te contar a verdade?”]
                        “What will happen if I tell you the truth?”  [“O que acontecerá se eu te contar a verdade?”]
  • TYPE 2 ⇒  What if I didn’t pay my bills?”  [“E se eu não pagasse minhas contas?”]
                        “What would happen if didn’t pay my debt?”  [“O que aconteceria se eu não pagasse minhas contas?”]
  • TYPE 3 ⇒  What if I hadn’t called you?”  [“E se eu não tivesse te ligado”]
                        “What would have happened if I hadn’t called you?”  [“O que teria acontecido se eu não tivesse te ligado?”]

Usa-se frequentemente WHAT IF como uma retórica, ou seja, uma pergunta que não necessariamente precisa ser respondida, apenas refletida.

  • What if you hadn’t taken that job?”  [“E você não tivesse aceitado aquele emprego?”]
  • What if it rains?”  [“E se chover?”]
  • What if I didn’t get marry?”  [“E se eu não me casasse?”]


Acho que agora já foi com os IF CLAUSES! 🤞 Mas se souber de mais algo que não publicamos, conta aqui embaixo nos comentários


Fontes:
https://learnenglish.britishcouncil.org/intermediate-grammar/wish-and-if-only
https://dictionary.cambridge.org/pt/gramatica/gramatica-britanica/conditionals-and-wishes/conditionals-other-expressions-unless-should-as-long-as

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s