Genitive case: como usá-lo corretamente?

O caso genitivo, também chamado “Possessive Case”, é um tipo de possessivo representado por um apóstrofo (’), bem comum na Língua Inglesa. Essa “posse” pode ocorrer quando alguma coisa pertence a alguém, ou mesmo quando precisamos indicar uma associação entre pessoas. Por exemplo, se quero dizer em inglês “o mundo de Sofia”, preciso escrever assim: “Sofia’s world”, em vez de “the world of Sofia”.

Perceba que o ’s vem após o nome do possuidor ou dono, e este sempre precederá a coisa ou pessoa associada – ou seja, há uma inversão do português para o English. Veja:

O possuidor necessariamente é um ser animado, ou seja, pessoas e/ou animais, e podem aparecer das seguintes formas: nomes próprios, títulos, cargos, funções, profissões, e quaisquer outros substantivos que se referem a pessoas ou animais – criança, tio(a), amigo(a), homem, chefe, vizinho(a), pessoa(s), cachorro, leão…

Regra geral

Quando falamos de substantivos no singular, é preciso apenas adicionar ’s ao dono. Veja:

  • The Queen’s popularity [a popularidade da rainha]
  • My neighbor’s house [a casa do meu vizinho]
  • The elephant’s trunk [a tromba do elefante]
  • His boss’s room [a sala do chefe dele]

ATTENTION! É possível que o possuidor seja apresentado com uma expressão inteira, ou seja, com mais de uma palavra. Quando isso ocorrer, deve-se adicionar o genitivo ao final da última. Seguem exemplos:
The President of Chile’s speech [o discurso do Presidente do Chile]
Someone else’s bag [a bolsa de outra pessoa]
Two weeks’ notice [o aviso de duas semanas]

Seres Inanimados

Para seres inanimados (coisas, lugares e substantivos abstratos), usamos a estrutura com OF. Observe:

  • The leg of the table / the table leg [a perna da mesa]
  • The capital of Spain [a capital da Espanha]
  • The cause of the problem [a causa do problema]

Mas é possível usar o genitivo em casos como: corpos celestes, mundo, períodos de tempo, países, governo, medidas, etc. Seguem alguns exemplos:

  • Today’s paper [o jornal de hoje]
  • Brazil’s economy [a economia do Brasil]
  • Saturn’s rings [os anéis de Saturno]
  • An hour’s work [trabalho de uma hora]
  • Last night’s party [a festa de ontem à noite]

Plural

Para a grande maioria dos plurais, devemos apenas acrescentar o apóstrofe (’) sem o S. Veja:

  • The workers’ tools [as ferramentas dos trabalhadores]
  • The soldiers’ victory [a vitória dos soldados]
  • The girls’ uniforms [os uniformes das garotas]
  • The Simpsons’ car [o carro dos Simpsons (da família Simpson)]

ATTENTION! Note que a pronúncia dos casos acima pode ser igual à forma singular. Para diferenciá-los entre si, é preciso saber do contexto geral.
My friend’s house = a casa do meu amigo (apenas um amigo)
My friends’ house = a casa dos meus amigos (dois ou mais)

Plurais Especiais

Substantivos cujo plural não termina em S devem seguir a regra geral, ou seja, acrescenta-se ’s. Veja alguns exemplos:

  • The children’s imagination [a imaginação das crianças]
  • Women’s toilet [banheiro feminino]
  • People’s choice [a escolha das pessoas]

Nomes terminados em S

Quando temos nomes próprios ou sobrenomes (no singular) terminados em S, deve-se acrescentar o apóstrofo, mas pode-se ou não escrever o S. Observe:

  • Jonas’ house / Jonas’s house [a casa do Jonas]
  • Mrs.William’ kids / Mrs.Williams’s kids [os filhos da Sra.Williams]
  • Ann Cummings’ letters / Ann Cummings’s letters [as cartas de Ann Cummings]

ATTENTION! A pronúncia dos dois casos é diferente.

Contudo, com nomes próprios reconhecidamente históricos, clássicos ou bíblicos terminados em S, é mais comum utilizar a estrutura com OF. Seguem exemplos:

  • The miracles of Jesus [os milagres de Jesus]
  • The 13 works of Hercules [os 13 trabalhos de Hércules]
  • The laws of Moses [as leis de Moisés]

Mais de um possuidor

Quando há mais de uma pessoa como possuidora de algo, ou seja, quando a coisa em si é compartilhada/dividida (apenas uma coisa pertencente a todos), deve-se acrescentar ’s apenas ao último dos nomes. Veja:

  • Charles and Diana’s wedding [O casamento de Charles e Diana]
  • Hope and Susan’s car [o carro de Hope e Susan]

Entretanto, quando cada dono possui sua coisa individualmente, quando há mais de um núcleo possuidor, todos os núcleos recebem ’s:

  • men’s and women’s clothes [roupas de homens ≠ roupas de mulheres]
  • the boy’s and the girls’s rooms [o quarto do menino ≠ o quarto da menina]
  • Nicole’s and Janna’s voices [a voz de Nicole ≠ a voz de Janna]

Omissão

Caso o significado ou o contexto esteja claro, é possível omitir a coisa possuída, uma vez colocado o genitivo. Veja:

  • Mom, I’m gonna sleep at Jill’s tonight, ok?” = Jill’s house
    [“Mãe, eu vou dormir na Jill hoje à noite, ok?”] = [A casa de Jill]
  • We ate at Billy’s last week.” = Billy’s diner / Billy’s restaurant
    [“Nós comemos no Billy semana passada.”] = [O restaurante do Billy]
  • Whose watch is this? It’s Peter’s.” = Peter’s watch
    [“De quem é esse relógio? É do Peter.”] = [O relógio do Peter]

Ficou alguma dúvida? Então manda pra gente!


Fontes:
https://www.grammar.cl/rules/genitive-case.htm
https://www.solinguainglesa.com.br/conteudo/substantivo17.php
https://www.inglesnapontadalingua.com.br/2009/09/gramatica-genitive-case-parte-i.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s