News

Inglês instrumental: entenda de vez o que é isso

Costumamos ouvir por aí alguns cursos anunciarem que se focam em Inglês Instrumental. Mas o que significa isso de fato? Qual a diferença entre os tipos de aulas que vemos por aí, como Open English, Wise Up ou Marta Garcia?

A maioria das escolas de idiomas conhecidas possuem uma metodologia direcionada para a Conversação. Isso porque a maior dificuldade dos estudantes é realmente speak English! Atualmente, existem no mercado diversos modelos de aulas para aprender a língua inglesa, de acordo com a necessidade do aluno, desde cursos de inglês para viagens até inglês jurídico.

Contudo, para que alguém possa comprovar sua fluência no idioma, precisa se dar bem nos Exames de Proficiência, e estes analisam as quatro habilidades do aprendizado: FALA, AUDIÇÃO, LEITURA e ESCRITA.

Inglês instrumental nada mais é que uma metodologia de aprendizado focando-se em uma dessas habilidade, mas de forma isolada, baseado no English for Specific Purpose (ESP), ou seja, Inglês com Objetivos Específicos. E a habilidade de leitura é a mais utilizada pelo Inglês Instrumental, que trabalha tradução e interpretação de textos de forma rápida e efetiva.

Esse tipo de estudo é muito útil para profissionais que precisam ler e traduzir livros, publicações e artigos em inglês da sua área de trabalho; também para estudantes que precisam fazer provas de vestibular, ENEM ou outros concursos. Candidatos de mestrado e doutorado precisam demais desse curso – já que domínio da leitura na língua inglesa muitas vezes serve como critério de desempate em seu processo seletivo.

Um bom curso de inglês instrumental deve ensinar pontos fundamentais da estrutura da língua, como: Grupos Nominais, Tempos Verbais, Estruturas Frasais, Prefixos e Sufixos, Grau dos Adjetivos, dentre outros. Além disso, precisa explicar ao aluno algumas técnicas de leitura e compreensão textual, como Scanning (leitura superficial) e Skimming (leitura aprofundada).

Via de regra, o inglês instrumental é focado em conhecer as palavras mais comuns e usá-las a seu favor. Se o aluno possuir um vocabulário de 1000 palavras – conjunções, cognatos e falsos cognatos (False Friends), primordialmente – conseguirá compreender mais de 90 por cento do conteúdo do texto.

A boa notícia é que, em apenas seis meses de curso, já é possível ler textos acadêmicos e técnicos em inglês sem grandes dificuldades, diferente do método convencional – por abranger muito mais coisas, seus primeiros resultados demoram. Na verdade, é possível aprender inglês instrumental em pouco tempo e sozinho: basta um pouco de dedicação e paciência…

And so, qual é a sua necessidade? Inglês instrumental, para viagens, negócios…?
Conte pra gente!

 



Fontes:
http://benditoingles.com.br/ingles-instrumental
https://englishlive.ef.com/pt-br/blog/o-que-e-ingles-instrumental/  https://inglesinstrumentalonline.com.br/o-que-e-o-ingles-instrumental-entenda-o-modelo-e-como-aprender-2/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s