Culture, Fun facts, Vocabulary

Qual a diferença entre British X American English?

Existe um ditado antigo que diz: “América e Grã-Bretanha são duas nações divididas por uma língua em comum”. Não se sabe ao certo quem a criou, mas essa frase reflete a maneira como muitos britânicos se sentem em relação as americanos. Eu mesma sou adepta a dizer que estadunidenses não falam inglês, falam americano – até nossa língua aqui deveria ser ‘brasileiro’…

Até já fizemos uma postagem dessa diferença (Frown), mas não entramos em muitos detalhes sobre quais os pontos de discrepância entre esses dialetos. Seguem então alguns tópicos:

ACCENT

É difícil fazer uma distinção clara entre os sotaques americano e britânico, já que em ambos países existe uma enorme variedade de accents. Um texano fala diferente de um novaiorquino; quem nasceu em Londres tem pronúncia distinta de quem mora em Manchester ou Glasgow.

Contudo, existem pontos a serem frisados: Americans tem uma tendência a usar muito “r” na fala, essa letra é muito bem pronunciada. Já o povo British só pronuncia o “r” se esta for a primeira letra da palavra. Além disso, sua fala tende a deixar a boca mais aberta, arredondada. Dizem inclusive que nos USA falam mascando chiclete, e no UK, com uma batata na boca!  LOL

Veja algumas palavras com pronúncias distintas:

 

CAR   [carro]

American
British

VASE   [vaso]

American 
British

WATER    [água]

American
British

 

VOCABULARY

A diferença mais notável entre esses dois dialetos é o vocabulário. Existem inúmeras palavras do cotidiano que são diferentes. For example, férias para americanos é “vacation”; para os britânicos, é “holidays” ou “hols”. New Yorkers vivem em “apartments”; Londoners vivem em “flats”. In the USA, metrô é chamado de “subway”; in the UK chama-se “underground”.

Apesar dessas distinções, ambos irão entender se você usar um ou outro termo, seja pelo contexto seja pelo fato de muitos já estarem acostumados a estas confusões no entendimento quando um American visita o país que fala British e vice-versa.

No quadro abaixo, listamos as diferentes palavras em cada um dos dialetos:

PORTUGUÊS BRITISH AMERICAN
Gasolina Petrol Gasoline
Biscoito Biscuit Cookies
Picolé Ice lolly Popsicle
Batatas chips (Potato) crisps (Potato) chips
Porta-malas Boot Trunk
Chocolate amargo Plain chocolate Dark chocolate
Roupão Dressing gown Robe
Suéter Pullover Sweater
Calças Trousers Pants
Batatas fritas Chips French fries
Tênis Trainers Sneakers
Elevador Lift Elevator
Calças Trousers Pants
Conta (e.g. ao final de uma refeição) Bill Check
 Borracha (material escolar) Rubber Eraser
Colete Waistcoat Vest

PAST SIMPLE x PRESENT PERFECT

Americanos tendem a usar o SIMPLE PAST para algo que aconteceu recentemente, enquanto britânicos tendem a usar mais o PRESENT PERFECT – iremos explicar sobre esses tempos verbais no futuro! Nossos companheiros do norte optam pelo passado simples basicamente em duas situações:

  1. Em frases de ações do passado que tem efeito no presente:
    * American ⇒  Jenny feels ill. She ate too much.
    * British ⇒  Jenny feels ill. She’s eaten too much.
  2. Em sentenças que contém as palavras ALREADY, JUST e YET:
    *  American ⇒  A: Are they going to the show tonight?    B: No. They already saw it.
    *  British ⇒  A: Are they going to the show tonight?      B: No. They’ve already seen it. 

 

PARTICIPLE

E por falar em PRESENT PERFECT, também o particípio dos verbos varia de um país para o outro. Geralmente, nos EUA a tendência é usar o final regular (–ED), enquanto no Reino Unido, usa-se mais a terminação irregular (–T). Claro que usar uma ou outra em qualquer dos dois locais irão entender perfeitamente; a questão é usar a gramática corretamente!

Veja a tabela abaixo com algumas das diferentes formas do PARTICIPLE:

PORTUGUÊS BRITISH AMERICAN
Arrebentado Bust Busted
Derramado Spilt Spilled
Obtido, conseguido Got Gotten
Pleiteado Pleaded Pled
Provado Proved Proven

 

HAVE x TAKE

Outra diferença sutil é em relação ao uso dos verbos TAKE e HAVE: expressões que representam ações nas quais quem comanda é o substantivo – é como se o verbo não tivesse nenhuma tradução – por exemplo, “take a shower” , “have a vacation”, “take a rest”, etc. Nesses casos, os britânicos tendem a usar mais o verbo HAVE, enquanto os americanos preferem o TAKE. Veja os casos abaixo:

  • American ⇒  She’s taking a little nap.
  • British ⇒  She’s having a little nap.
  • American ⇒  I’ll just take a quick shower before we go out.
  • British ⇒  I’ll just have a quick shower before we go out.  “” ‘’ –

 

COLLECTIVE NOUNS

Substantivos coletivos representam um grupo de seres com iguais características: uma banda refere-se a um grupo de músicos; um time, a um grupo de jogadores. Porém, a palavra pode ser vista como PLURAL ou SINGULAR: conjunto é um agrupamento, por isso deve ser visto como ÚNICO; por outro lado, possui uma grande quantidade de elementos, assim deve ser visto como VÁRIOS.

In the USA, a palavra que representa o coletivo é tida como singular, enquanto in the UK usam-na como plural. Veja os exemplos a seguir:

  • American ⇒  My team is winning.
  • British ⇒  My team are winning.
  • American ⇒  The government is doing everything it can.
  • British ⇒  The government are doing everything they can.

 

AUXILIARY VERBS

Outra diferença gramatical entre essas línguas são os auxiliary verbs. A primeira distinção é em relação ao verbo NEED: quando americanos querem expressar a falta de obrigação em fazer algo, eles usam o auxiliar DON’T com o verbo principal NEED. Já os britânicos omitem o auxiliar, e já contraem o NEED com a partícula negativa NOT. Veja os exemplos:

  • American ⇒  They don’t need to come to school today.” 
  • British ⇒  “They needn’t come to school today.” 

Outro verb que tem uso divergente é o SHALL (modal verb): no Reino Unido, ele é muito usado para expressar futuro. Também é usado em frases interrogativas, que demandem um conselho ou uma opinião. Já nos Estados Unidos, raramente é usado em uma conversa cotidiana, pois parece demasiado formal. Em frases que expressem futuro, utiliza-se mais o WILL. E para solicitar um ponto de vista, prefere-se aplicar o SHOULD. Observe:

  • American ⇒  will be there later tonight.” 
  • British ⇒  “I shall be there later tonight.” 
  • American ⇒  Shall we ask him to come with us?” 
  • British ⇒  “Should we ask him to come with us?” 

 

TAG QUESTIONS

Uma tag question ou tag ending é uma forma gramatical que transforma uma declaração em uma pergunta – depois te explicamos melhor o que são elas. Americanos usam tag questions com bem menos frequência e menos corretamente que os britânico. Veja:

  • American ⇒  “Don’t you like him?”
  • British ⇒  “You don’t like him, do you?”

 

PREPOSITIONS

As diferenças de preposições são pouquíssimas, já que a cultura Pop influenciou ambos mutuamente os EUA e o Reino Unido. Seguem os casos mais comuns:

PORTUGUÊS BRITISH AMERICAN
Estou indo a uma festa no final de semana. I’m going to a party at the weekend.  I’m going to a party on the weekend.
O que você vai fazer no Natal? What are you doing at Christmas? What are you doing on Christmas?
Eu trabalho de segunda à sexta-feira. I work from Monday through Friday. I work from Monday to Friday.
É diferente dos outros. It’s different than the others. It’s different to the others.

Além dessas, é comum para os americanos omitirem a preposição quando o verbo é bitransitivo, ou seja, possui objeto direto e indireto. Look:

  • American ⇒  “I promised to write her every day.”
  • British ⇒  “I promised to write to her every day.”

 

SPELLING

Uma das diferenças mais sutis entre o inglês britânico e o americano é quanto à escrita. Algumas palavras tem pequenas diferenças no spelling, como iremos mostrar no quadro abaixo:

PORTUGUÊS BRITISH AMERICAN
Alumínio Aluminium Aluminum
Avião Aeroplane Airplane
Centro Centre Center
Cor Colour Color
Rosquinha Doughnut Donut

ATTENTION! Palavras que terminam em OUR no britânico tem apenas OR no americano, e vocábulos terminados em RE em British invertem essas letras no American.

Existem milhares de pequenas alterações no spelling graças ao lexicógrafo americano Noah Webster – famoso pelo dicionário que leva seu nome. Suas alterações foram feitas na tentativa de aproximar a escrita das palavras à sua pronúncia, por isso retirou o U em “labour” e “colour”. Curiosidade: tentou e falhou em mudar a escrita de “women” para “wimmen” – ainda bem!

 

NOT SO DIFFERENT AFTER ALL

No fim das contas, o inglês britânico e americano tem muito mais similaridades que diferenças. Se você consegue entender um, com certeza irá compreender o outro! Com a exceção de alguns dialetos regionais, British people vivem normalmente na América e a recíproca também é verdade. Eles inclusive assistem seriados e filmes, ouvem músicas um do outro…

Também não podemos dizer que o primeiro é melhor que o último, e nem que estes são melhores que o inglês australiano, africano ou canadense: cada país tem suas particularidades e devem ser igualmente valorizados.

 

E depois de todas essas explicações, qual é o seu preferido e por quê? Tell us, deixe seu comentário aqui!

 


Fontes:
https://www.grammarcheck.net/british-vs-american-english/ https://www.grammarly.com/blog/how-british-english-and-american-english-are-different/
https://learningenglish.voanews.com/a/six-difference-between-britsh-and-american-english/3063743.html
http://www.onestopenglish.com/grammar/grammar-reference/american-english-vs-british-english/differences-in-american-and-british-english-grammar-article/152820.article

Um comentário em “Qual a diferença entre British X American English?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s