Culture, Fun facts

Você sabe de que filmes são essas frases?

Grandes filmes marcam gerações! Muitos deles trazem diversas falas que se tornaram inesquecíveis, e que incorporamos até hoje em nosso dia a dia… Você consegue lembrar de algumas?

Em 2005, o “American Film Institute” (AFI) elencou as 100 frases mais famosas do cinema americano. A lista foi primeiramente revelada em comemoração aos 100 anos dessa entidade, criada por um júri de 1.500 artistas, críticos e historiadores do cinema. Mas de lá pra cá, já fizeram diversas dessas listas, e uma que tomamos como fonte foi a publicada em 2016 pelo “The Hollywood Reporter”.

Inspiradas nessa listagem, decidimos criar a nossa própria, acrescentando mais algumas informações para que você conheça um pouco mais – caso ainda não conheça – sobre essas célebres citações dos famosos Hollywood movies.

1. “May the Force be with you”
Star WarsEpisódio IV: Uma Nova Esperança (1977)
Essa frase marcante é traduzida como “Que a Força esteja com você”. Apesar de ser dita diversas vezes por diversos personagens nos filmes, o AFI escolheu a vez que Han Solo (Harrison Ford) fala para Luke Skywalker (Mark Hamill). Surpreendentemente, Obi-Wan Kenobi é o único que não a usa, só vai dizer no “Episode II: Attack of the Clones” (2002).


2. “Frankly, my dear, I don’t give a damn”

E O Vento Levou… (1939)
Em português, seria “Francamente, minha querida, eu não dou a mínima”. Esta frase dita por Clark Gable no final do clássico ficou ainda mais marcante pois a palavra “damn” nos EUA é considerado um palavrão – seria como o nosso “Droga!” – e isso foi um choque para a época.


3. “Toto, I’ve a feeling we’re not in Kansas anymore”

O Mágico de Oz (1939)
A primeira fala de Dorothy (Judy Garland) quando chega em Oz é “Totó, tenho a impressão que não estamos mais no Kansas”. Ironicamente, tal frase quase nunca é repetida conforme aparece no filme –  leia mais no nosso post clicando aqui… Outra coisa: é apenas a primeira das seis vezes que o filme foi citado na lista dos 100!

4. “I’ll be back!”
O Exterminador do Futuro (1984)
Essa frase já foi dita por ele em todos os filmes da saga. Mas a primeira vez em que aparece foi dita por ele na cena em que foi negada sua entrada em uma delegacia de polícia. Revoltado, ele acaba voltando dirigindo um carro pela porta da frente! Sabia que o Arnold Schwarzenegger quis mudar a frase para “I will be back” porque ele tinha problemas para pronunciar o “I’ll”?

5. “We’ll always have Paris”
Casablanca (1942)
A frase dita ao final dessa obra cinematográfica é “Sempre teremos Paris”. Porém, ao se referir ao breve romance com Ilsa (Ingrid Bergman) antes da World War II, Rick (Humphrey Bogart) aceita que eles nunca ficarão juntos. Para ele, há muitos motivos e forças históricas em jogo, mas pelo menos eles terão essa linda memória… Curiosidade: só na lista da AFI, o filme “Casablanca” tem sete citações!

6. “The first rule of Fight Club is: You do not talk about Fight Club”
Clube da Luta (1999)
O filme, baseado no livro de Chuck Palahniuk, foi extremamente importante na época, pois trouxe à tona todas as frustrações da classe trabalhadora nos EUA. Curiosidade: Edward Norton e Brad Pitt levaram a sua preparação para o filme bem a sério: ambos fizeram aulas de boxe, Taekwondo, luta corpo a corpo, além de estudarem horas dos programas de UFC.

7. “I’m going to make him an offer he can’t refuse”
O Poderoso Chefão (1972)
Marlon Brando imortalizou essa frase, que virou uma das marcas da saga de Francis Ford Coppola: Eu vou fazer uma oferta que ele não pode recusar. Por conta do filme, sua carreira renasceu e ele venceu o Oscar de Melhor Ator, porém se recusou a receber o prêmio e mandou uma atriz fantasiada de índia como protesto.

8. “Why so serious?”
Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008)
A frase “Porque tão sério?”, dita pelo Coringa (Heath Ledger), foi eleita como a mais famosa entre pessoas de 20 a 29 anos. Na cena, o Joker mostra que sempre está no topo, e ‘virou a mesa’ com o chefe de uma gangue, que tinha colocado um preço pela cabeça dele. A pergunta se tornou o jargão do Coringa, ironicamente usada quando a vida de uma pessoa está por um fio! E pegou mesmo antes da estreia do filme, pois a Warner Bros. tinha lançado uma campanha de imersão para que os fãs pudessem fazer parte de Gotham, desvendando as charadas do Joker, chamada de “Why So Serious?”.

9. “Bond. James Bond”
O Satânico Dr. No (1962)
Apesar de ser dita em quase todos os filmes, a frase clássica com a qual 007 se apresenta foi usada  no primeiro filme da série em 1962. O escritor Ian Fleming nomeou seu superespião procurando o nome mais entediante que pode encontrar em sua prateleira de livros – que era o do autor de um livro sobre pássaros. “Por Deus, esse foi o nome mais ridículo que eu já ouvi”, o próprio Fleming confessou.

10. “You talkin’ to me?”
Taxi Driver – Motorista de Táxi (1976)
Robert De Niro teve uma das melhores atuações de sua vida na segunda parceria com Martin Scorsese (a primeira foi em Caminhos Perigosos) e a frase foi totalmente improvisada pelo ator. No roteiro escrito por Paul Schrader estava escrito apenas: Travis fala com o espelho. De Niro então diz: “Tá falando comigo?”. Schrader falou ao ator que seu personagem era apenas uma criança brincando com armas e agindo durão.

11. “My precious”
O Senhor dos Anéis – As Duas Torres (2002)
A famosa frase é cochichada por Gollum, interpretado e dublado por Andy Serkis, é tanto dita no filme quanto no livro de J.R.R. Tolkien que o inspirou. Gollum tem posse do anel – o maior protagonista do filme, e diz tal frase a qualquer um que tenta tirar dele, mostrando o quão precioso é. Inclusive essa frase pode ser repetita por alguém que está altamente apegado a algo. E para ter um anel igual, não é preciso lutar contra ogros e dragões como no filme, basta comprá-lo online: uma versão em platina, contendo frases no idioma dos elfos, é vendida por ‘apenas’ 3.100 dólares! Fun fact: “Meu precioso” também é o nome de uma joalheria temática do Lord of the Rings.

12. “I see dead people”
O Sexto Sentido (1999)
Esse filme foi um sucesso de bilheteria na época, todo mundo se encantou com esse filme de terror um tanto surpreendente. SPOILER ALERT! Quando o menino Cole (Haley Joel Osment) diz “Eu vejo pessoas mortas” no filme, a câmera alterna e foca no rosto do psicólogo Dr. Crowe (Bruce Willis). O produtor Frank Marshall ficou altamente preocupado com isso, achando isso que já entregaria o final da história, mas foram feitos alguns testes com expectadores, e isso – ainda bem! – não ocorreu.

13. “I’m the king of the world!”
Titanic (1997)
O próprio diretor James Cameron admitiu ter feito papel de bobo quando repetiu esta célebre frase ao ganhar o Oscar de melhor filme. Além de escolher a música ‘chiclete’ de Celine Dion “My Heart Will Go On”, Cameron se certificou de ter uma fala que ficasse na mente do público por toda a eternidade. Atualmente, sempre tem alguém no barco que vai até a proa, abre os braços e grita: “Eu sou o rei do mundo!”. Se este for você, cuidado para não ser empurrado para a água…

14. “It’s alive! It’s alive!”
Frankenstein (1931)
No clássico, Dr. Frankenstein (Colin Clive) tenta construir seu próprio ser humano e dar vida a ele – péssima ideia! A coisa se torna um monstro bizarro, excluído da sociedade e caçado como uma abominação. O interessante é que a censura americana cortou a frase original do Dr. Frankenstein: “It’s alive! It’s alive! In the name of God! Now I know what it’s like to be God!” [“Está vivo! Está vivo! Em nome de Deus! Agora eu sei como é ser Deus!”].

15. “E.T., phone, home”
E.T. O Extra-Terrestre (1982)
A frase, dita inúmeras vezes pelo personagem, marcou o filme e a história. Curioso é que foi o diretor Steven Spielberg que deu a voz ao E.T. durante as gravações, ficando ao lado da câmera e interagindo com os pequenos atores. Só depois que o editor de som Ben Burtt gravou a atriz Pat Welsh, cuja voz rouca de fumante ele ouviu por acado numa loja de câmeras, e a mixou com sons de animais só para ficar mais parecida com a voz do carinhoso alien

16. “You had me at ‘hello’”
Jerry Maguire (1996)
No filme, Jerry Maguire (Tom Cruise) colocou sua carreira de agente esportivo afrente de sua esposa Dorothy (Renee Zellweger), forçando-a a deixá-lo – grande furada! Ao perceber a burrada, ele aparece no apartamento dela para declarar seu amor, começando com OI e dizendo várias outras coisas, até que Dorothy o interrompe e diz a frase célebre. O diretor e escritor Cameron Crowe confessou ter se inspirado na frase de Shirley MacLaine dizendo a Jack Lemmon “Shut up and deal” (“Cale a boca e distribua as cartas”). A fala completa é “Shut up. Just shut up. You had me at hello” (“Cale a boca. Só cale a boca. Você me ganhou no OI”).

17. “Here’s Johnny!”
O Iluminado (1980)
Digamos que você é um maníaco homicida, levado à loucura pelo isolamento e eventos sobrenaturais ocorridos em um hotel gigante e vazio para o qual fora contratado como o caseiro de inverno, e você está lá preso com sua família. A coisa mais preocupante seria o que dizer à esposa quando finalmente encurralá-la no banheiro… Se você é Jack Torrance (Jack Nicholson) do livro adaptado de Stanley Kubrick, deve dizer “Aqui está o Johnny!” – claro que de uma maneira sinistra com o rosto maníaco enfiado na porta entreaberta com aquele machado na mão! Interessante é que, no script, o personagem deveria quebrar a porta para chegar até a esposa amedrontada. Mas Nicholson decidiu improvisar, e foi o maior sucesso.


18. “Where we’re going we don’t need roads”

De Volta Para o Futuro (1985)
No final do filme, Doc (Christopher Lloyd), Marty McFly (Michael J. Fox) e Jennifer (Claudia Wells) estão prontos para fazer uma viagem até o ano de 2015. Marty demonstra sua preocupação que não há estrada suficiente para alcançar as 88 milhas por hora – a velocidade necessária para a viagem no tempo com a invenção de Doc, o carro DeLorean modificado para chegar a qualquer ano. Doc então responde com “Estradas? Para onde estamos indo, não precisamos de estradas”, e o DeLorean começa a voar! Ironicamente, na sequência do filme, quando eles chegam ao futuro, há estradas por todos os lados…

19. “At my signal, unleash hell”
Gladiador (2000)
Maximus percebendo que fora traído, mostra todo o seu poder quando diz a Quintus: “Ao meu sinal, liberem o inferno”. Engraçado é que eles acabam de dizer “Força e honra” um ao outro no filme, e Maximus estava pronto para liderar o exército dos Romanos contra os bárbaros. Russell Crowe e o diretor Ridley Scott discordaram bastante sobre o roteiro: Crowe improvisava bastante até que foi forçado por Scott a seguir as falas como estavam escritas. Crowe até comentou: “Estava uma porcaria. Mas eu sou o melhor ator no mundo e posso até fazer porcaria ficar bom”…

20. “Fasten your seatbelts. It’s going to be a bumpy night”
A Malvada (1951)
Este filme é considerado o maior trabalho de Bette Davis, considerada uma das maiores atrizes americanas da história. Também possui o recorde de filme com mais indicações ao Academy Award (14, empatado com “Titanic”), e compõe a lista dos 100 melhores de todos os tempos. Apesar disso, a frase, que traduzida seria “Apertem os cintos. Vai ser uma noite trepidante.” é uma das mais erroneamente ditas: a maioria diz “It’s going to be a bumpy RIDE”.

 

Qual frase você acha que poderia entrar na lista? Diz pra gente!   =D

 



Fontes:

https://www.shmoop.com/
http://www.cine3.com.br/noticia/5975/top-10—frases-marcantes-da-história-do-cinema.html
https://www.hollywoodreporter.com/lists/best-movie-quotes-hollywoods-top-867142/item/love-means-never-having-say-867171

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s